Cases e Notícias

6ª Conferência Transition Towns 2012 em Londres

confe1

Em setembro de 2012 ocorreu em Londres no Battersea Arts Centre, a 6ª Conferência do Transition Towns. Onde mais de 200 pessoas do mundo todo compareceram. A Oficina da Sustentabilidade junto ao Transition Brasilândia e Transiton Granja Viana, enviaram a sua representante e articuladora principal dos movimentos de transição no Brasil, Isabela Menezes.

A temática deste ano foi “Construindo resiliência em tempos extraordinários”. O assunto foi discutido, sentido e trabalhado durante seis dias de plena imersão no movimento.

Os grupos representados por inciativas de transição do mundo inteiro e do Brasil, onde compareceram Isabela Menezes, Frank Siciliano, Marcelo Todescan, Claudia Arakaki e Simon, fizeram o treinamento Thrive, desenhado para melhorar a perfomance dos grupos que já estão em ação.

Os participantes também puderam comparecer no Simpósio da Juventude e do Dia da “REconomy” ( expressão usada para descrever o conceito de empresas sociais em transição) apresentando suas inciativas e trabalhos. Neste Dia, Isabela Menezes apresentou com muita classe os grupos de economia social e solidária articulados pelo Transition Brasilândia, a primeira iniciativa em uma comunidade de baixa renda.

A Conferência também contou com o lançamento do primeiro jornal trimestral do movimento o “Transition Free Press”. A abertura oficial da Conferência deu-se com as boas vindas do Presidente da Rede de Transição, Peter Lipman.

No dia seguinte de atividades, aconteceram a formação dos “home Groups” uma estratégia interessante de compartilhamento de impressões do evento entre pessoas de diferentes locais; uma seção de OpenSpace, tecnologia de discussão em grupos; os Workshops de diversas temáticas, entre elas, “Como comunicar para a Transição”, “O papel das artes na transição”, “Moedas Locais”, “Como transformar iniciativas locais de alimentos em empresas socias”, e etc; e por fim, Transition Cabaré, onde compareceram poetas, escritores, música e dança para animar a noite.
Nossa representante junto com Frank Siciliano, Claudia Arakaki e Dani Terracini participaram do Workshop do Rob Hopkins, um dos criadores do movimento, que apresentou a temática “Devemos reformular a transição para tempos de austeridade? “, onde a discussão permeou as diferentes situações econômicas e como se dá a transição.

No quarto dia, a proposta aos participantes foi a construção de uma fictícia Cidade em Transição “Anywhere”, uma experiência prática marcante que exigiu dos grupos organização, organicidade, criatividade e aplicação de todos os conhecimentos adquiridos e compartilhados até então. A atividade rendeu um “picnic” e uma festa na rua construída pelos participantes.
O encerramento contou com as falas dos grandes articuladores da Rede de Transição, Sophie Banks, Rob Hopkins e Peter Lipman. Também ficou para o fim a sugestão para que a Conferência do próximo ano aconteça fora do Reino Unido, já que o movimento toma dimensões globais e a maioria dos participantes desta edição não eram do Reino Unido.

Nossa representante oficial, empolgada com todas as atividades e acontecimentos escreveu um belíssimo relato, inspirada em relatos como o de Rob Hopkins.

Confira na íntegra suas sensações e opiniões e mais detalhes sobre a incrível Conferência:http://transitionbrasilandiablog.blogspot.com.br/2012/09/relato-da-conferencia-do-transition_26.html