Cases e Notícias

Lideranças da Brasillândia se reúnem pela transformação

liderbrasa

Lideranças sociais da Brasilândia se reuniram na última semana para discutir novos projetos, na sede do Grupo Sambaqui. Com a presença de dez pessoas, Sandra Luz, funcionária da UBS Icaraí, compartilhou suas experiências do grupo de “terapia comunitária” que ela desenvolve em sua unidade.

A demanda maior da reunião foi por espaços culturais. O grupo Células da Transformação está oraginizando um mutirão para construir um palco no Jd. Guarani e promover festivais e apresentações artisrticas da comunidade. O pessoal do Projeto Fliperama já mostrou apoio a essa ideia e promoção cultural na região.

Atendendo essa demanda, Olegário, outro líder social, também está trabalhando para transformar um terreno baldio, ponto de descarte de lixo, em um Núcleo Cultural. Ele precisa de parceiros capacitados para desenhar o projeto e articular junto com a poder público.

Outras falas seguiram, promovendo outros eventos que estão para acontecer na Brasa e que dependem de financiamento, como a Creche Tribo e Viveiro, de projetos que já possuem apoio, como da Agricultura Urbana e projetos em andamento, como o Guardiões Griô e o Cinema , Favela e Pipoca.

A agenda prevê um plantio no Parque Brasilândia e Estágio de Permacultura Mão na Massa Griô e Cinema Favela e Pipoca). Já foi lançada a ideia de tornar um grupo de trabalho e expandir esse projeto para outras áreas da Brasilândia.

Aline, incentivadora da Feira de Troca, anunciou que irá promover, feiras de trocas mensais. Todo o segundo sábado do mês, das 14 às 17hs em lugares diversos, para espalhar a ideia e abranger todo o território, por isso quem quiser acolher uma feira de troca, é só comunicar a equipe.

O encontro dessa noite funcionou como um momento de troca de experiências, por isso outro encontro foi marcado, com o objetivo claro para planejar e sincronizar ações. Essa reunião será no dia 2 de agosto às 19h, também no Sambaqui.

E para aqueles que não conhecem o movimento, será realizado outra explicação dessa metodologia de trabalho. A palestra será no dia 23 de agosto às 19hs, no centro cultural da Brasilândia.

O movimento Cidades em Transição (Transition Towns) tem o objetivo de transformar as cidades em modelos sustentáveis, menos dependente do petróleo, mais integradas à natureza e mais resitentes as crises externas, tanto econômicas como ecológicas.

Na Brasilândia o movimento iniciou-se em 2009, com viés social muito mais acentuado; desde então grupos de trabalhos vem se encontrando e desenvolvendo projetos para melhorar a qualidade de vida da comunidade.

Presentes:
Sandra regina lux
Aline Reis Pinheiro
Maria Apareceida
Luisa Fraga
Carolina Araujo
Rodrigo Olegário
Dimas Reis
Eliana de Carvalho Amorim
Ricardo Benitez
Isabela Menezes